25 C
Teresina

Barreiras sanitárias do Busca Ativa reforçam o enfrentamento à pandemia

Deve ler

Na UTI com Covid-19, Paulo Gustavo tem ‘sinais de melhora’, diz assessoria

O ator Paulo Gustavo, de 42 anos, que está internado com Covid-19 em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e sob ventilação mecânica no...

Documentário da Netflix sobre Pelé consolida ou prejudica o legado do Rei?

Não é fácil assistir a um Pelé confuso, se embaralhando durante uma entrevista, precisando do auxílio de um andador, que o ex-jogador empurra com dificuldade. Essas cenas...

Barcelona tem show com 5 mil pessoas após fazer testes de Covid-19 em todos

Fãs de música se abraçaram, dançaram e cantaram em um show de rock com ingressos esgotados em Barcelona na noite deste sábado, depois de...

Capacete usado nas gravações de Star Wars vai a leilão por R$ 790 mil

Vários itens de filmes históricos vão a leilão em uma galeria na Alemanha. Um deles é o capacete de um stormtrooper utilizado nas filmagens...

As barreiras sanitárias fixas, implantadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), vêm ajudando a controlar a disseminação do novo coronavírus no Piauí. Elas funcionam no Aeroporto Senador Petrônio Portella, no Terminal Rodoviário Lucídio Portella e na Nova Ceasa, em Teresina, assim como nas divisas do estado.

O trabalho das barreiras do programa Busca Ativa começou em março de 2020, orientando as pessoas quanto ao uso da máscara, uso de álcool em gel e distanciamento social.

“Essas pessoas precisam ser orientadas, verificando a temperatura e, se tiver algum sintoma, a gente indica a unidade de saúde mais próxima. Essa parceria é fundamental no controle para conseguir diminuir a transmissão desse vírus”, explica a gerente de Atenção Básica da Sesapi, Dília Falcão.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, esteve no aeroporto de Teresina e presenciou o trabalho da barreira instalada no Aeroporto Senador Petrônio Portella.

“Desembarquei às 23h e pude ver in loco o excelente trabalho realizado pela equipe instalada no aeroporto. A fiscalização e orientação aos passageiros que desembarcam em nosso estado é de suma importância neste enfrentamento ao vírus”, destaca o gestor.

Os passageiros que desembarcam no aeroporto e rodoviária são abordados pela barreira sanitária e é feito uma averiguação da saúde dessa pessoa. Em caso da presença de sintomas, ele é encaminhado a um centro médico especializado. Nas divisas e em outros pontos da capital é feito o mesmo trabalho.

“Na Nova Ceasa, a barreira inicia às 3h da madrugada, com o objetivo de interceptar os caminhoneiros que chegam de outros estados para abastecerem o comércio de alimentos da região”, lembra Dília Falcão.

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui

Últimas notícias

Na UTI com Covid-19, Paulo Gustavo tem ‘sinais de melhora’, diz assessoria

O ator Paulo Gustavo, de 42 anos, que está internado com Covid-19 em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e sob ventilação mecânica no...

Documentário da Netflix sobre Pelé consolida ou prejudica o legado do Rei?

Não é fácil assistir a um Pelé confuso, se embaralhando durante uma entrevista, precisando do auxílio de um andador, que o ex-jogador empurra com dificuldade. Essas cenas...

Barcelona tem show com 5 mil pessoas após fazer testes de Covid-19 em todos

Fãs de música se abraçaram, dançaram e cantaram em um show de rock com ingressos esgotados em Barcelona na noite deste sábado, depois de...

Capacete usado nas gravações de Star Wars vai a leilão por R$ 790 mil

Vários itens de filmes históricos vão a leilão em uma galeria na Alemanha. Um deles é o capacete de um stormtrooper utilizado nas filmagens...

Hospital do Dirceu recebe tanque de oxigênio para pacientes com Covid-19, em Teresina

O Hospital do Dirceu, na Zona Sudeste de Teresina, recebeu um novo tanque de oxigênio neste domingo (28). Segundo a Fundação Municipal de Saúde...