28 C
Teresina

Polícia localiza bebê desaparecido há 30 dias após adoção ilegal no Piauí

Deve ler

Posse da nova gestão de Palmeirais-PI

Em seu discurso de posse o prefeito Baltazar Campos falou do fim dos privilégios e benéficas políticas para antigos grupos. O prefeito também anunciou que...

Elesbão Veloso passa a ser comandada por dois jovens: um advogado e outro médico

A cerimônia de posse foi restrita por causa da pandemia em Elesbão Veloso. Cada vereador teve direito a levar seis pessoas bem como o...

Baltazar Campos, do PTB, está apto pela Justiça Eleitoral a assumir a prefeitura de Palmeirais em 01/01/2021

A entrega dos diplomas ocorre depois de terminado o pleito, apurados os votos e passados os prazos de questionamento e de processamento do resultado...

Rafael Malta Barbosa é diplomado prefeito de Elesbão Veloso e Arthur Paes Landim, vice-prefeito

Depois de eleito pela população de Elesbão Veloso, agora os candidatos eleitos são reconhecidos pela Justiça Eleitoral e com diploma em mãos estão aptos...

A Polícia Civil de Palmeirais localizou, na tarde desta quinta-feira (10), o bebê que estava desaparecido após uma adoção ilegal.  O menino, que nasceu em outubro, foi entregue pela mãe  três dias após o nascimento para outra família, mas ela se arrependeu e, quando foi atrás do filho, não teve notícias do seu paradeiro. O desaparecimento durou 30 dias.

O delegado Thiago Silva disse ao Cidadeverde.com que o bebê foi levado pela mulher que havia lhe adotado ilegalmente para delegacia de Amarante, a 37 Km de Palmeirais. “Deu trabalho, mas localizamos. Por ordem do Ministério Público a criança foi  devolvida para a mãe biológica, o que acabou frustrando o trabalho da polícia porque o bebê deveria ser entregue para mãe após ela provar que tem condições de cuidar dele”, disse o delegado.

As primeirais informações são de que a criança estava em Teresina. Fotos mostram o momento do reencontro da mãe com o filho nesta tarde. Emocionada, ela abraça o bebê.

O delegado Thiago lembra que o processo de adoção deve ser feito de forma legal.

A gestante ou mãe que deseja entregar seu filho recém-nascido para adoção tem esse direito garantido em lei desde 2017. Mas a entrega deve ser legal. Essa entrega é destinada pela justiça da infância e juventude  para alguém que está no cadastro nacional de adotantes.

Fonte: Cidade Verde

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui

Últimas notícias

Posse da nova gestão de Palmeirais-PI

Em seu discurso de posse o prefeito Baltazar Campos falou do fim dos privilégios e benéficas políticas para antigos grupos. O prefeito também anunciou que...

Elesbão Veloso passa a ser comandada por dois jovens: um advogado e outro médico

A cerimônia de posse foi restrita por causa da pandemia em Elesbão Veloso. Cada vereador teve direito a levar seis pessoas bem como o...

Baltazar Campos, do PTB, está apto pela Justiça Eleitoral a assumir a prefeitura de Palmeirais em 01/01/2021

A entrega dos diplomas ocorre depois de terminado o pleito, apurados os votos e passados os prazos de questionamento e de processamento do resultado...

Rafael Malta Barbosa é diplomado prefeito de Elesbão Veloso e Arthur Paes Landim, vice-prefeito

Depois de eleito pela população de Elesbão Veloso, agora os candidatos eleitos são reconhecidos pela Justiça Eleitoral e com diploma em mãos estão aptos...

Pablo Santos se reúne com prefeitos sobre recursos para a saúde

O deputado Pablo Santos (MDB) reuniu-se na segunda-feira (14) com o prefeito eleito de Novo Oriente, Afonso Sobreira, que veio tratar sobre a aquisição...